INÍCIO QUEM SOMOS ÁREA DE ATUAÇÃO ESTRUTURA NOTÍCIAS ARTIGOS CONTATO
 
 
Como ser feliz?

 

O segredo para uma vida feliz é tema de inúmeros artigos e milhares de livros publicados no mundo inteiro, como forma de auto-ajuda, para aqueles que não conseguem desfrutar da sensação indescritível da felicidade. Mas afinal, o que é felicidade? Para uns este sentimento pode estar no campo físico/material, representado por acerto de numero em uma loteria federal, ou emprego que proporcione   ganho de uns R$ 50.000,00/ano. Para outros, ter seu cupom sorteado no shopping, o que lhe daria acesso a um belo carro, e para os menos pretensiosos, apenas a possibilidade de ter um prato de comida em casa. Para os monges budistas, a felicidade significa singelamente o desapego material. Segundo a filosofia cristã, consiste em mesclar o auxilio material, espiritual e o amor ao próximo. Em livros de auto-ajuda se prega que a felicidade está em fazer aquilo que se gosta.  A realidade é que todos nós temos projetos e desejos, que se resumem no ideal de conquista na vida, seja no campo material ou espiritual, em um caminho tortuoso e incerto. E qual seria o caminho ideal a ser seguido? Pensa-se muitas vezes que a sensação de felicidade está no campo profissional e no sonho de ser um jogador de futebol, uma manequim de passarela, atriz de novela ou alto executivo, visando a imposição do poder aquisitivo e social sobre os outros, o que podemos chamar de “status”, e inclusão como socialyte, no mundo fugaz da ribalta. Por outro lado, muitos buscam a felicidade no campo sentimental e afetivo, afirmando que o amor físico é a essência da plenitude. Quanto a tal assunto Edward De Bono e Mihaly Csikszentmihal deram uma bela definição do que seria a felicidade. “Imagine seus desejos como um balão inflável e que você está dentro dele. Você sempre poderá ser mais ou menos ambicioso inflando ou desinflando esse balão enorme que será seu mundo possível. É o mundo que você ainda não sabe dominar. Agora imagine um outro balão inflável dentro do seu mundo possível, e portanto bem menor, que representa a sua base. É o mundo que você já domina, que maneja de olhos fechados, graças aos seus conhecimentos, seu QI emocional e sua experiência. Felicidade nessa analogia seria a distância entre esses dois balões - o balão que você pretende dominar e o que você domina. Se a distância entre os dois for excessiva, você ficará frustrado, ansioso, mal-humorado e estressado. Se a distância for mínima, você ficará tranqüilo, calmo, mas logo entediado e sem espaço para crescer. Ser feliz é achar a distância certa entre o que se tem e o que se quer ter.”Nesse contexto, o primeiro passo para a busca da felicidade é exatamente estabelecer a dimensão do sonho e da ambição. A idéia de que você sempre tem que mirar muito alto, pois caso erre sempre alcançará um alvo mais distante, pode até representar algum resultado, mas trará   a inquietude, aflição e a frustração por não se poder atingir o alvo determinado.  Como seres humanos, precisamos nos conscientizar que somos limitados, e devemos respeitar as nossas limitações, que refletem exatamente o nível de competências e habilidades. Dessa forma se conseguirmos identificar a dimensão dos  sonhos e a abrangência das  competências ficará mais fácil estabelecer o ponto de equilíbrio, administrando a distância entre ambos e minimizando assim as possibilidades de decepções. Dessa forma, extrai-se que a felicidade está dentro de nós, e muito embora sua intensidade sofra influência externa, somos nós que determinamos o seu afloramento. Seja Feliz!

Desejo a todos, um ano novo repleto de realizações.

 

Fabio Capilé

É Advogado  e Professor universitário

www.capileeoliveira.com.br

WEBMAIL
Login
Senha
 
ADMINISTRATIVO
Login
Senha
 
 
CopyRight © 2010 - Eduardo Granzotto - TWNet