INÍCIO QUEM SOMOS ÁREA DE ATUAÇÃO ESTRUTURA NOTÍCIAS ARTIGOS CONTATO
 
 
Globo não deve indenizar ex-governador Fleury
11.05.2012

Os advogados alegaram, também, que a Globo omitiu que um dos denunciantes no caso estava envolvido em litígio trabalhista com uma das empresas apontadas como envolvidas.

O voto do relator do caso no TJ-SP, desembargador Álvaro Passos, porém, deixa claro que o político teve espaço no noticiário para apresentar a sua versão sobre os fatos apresentados. O texto veiculado, complementa, restringiu-se a reproduzir o que foi afirmado pelos membros do Ministério Público e pessoas envolvidas.

“Por mais forte e nada elogiosa que possa ser a narrativa contida nos noticiários em questão, ela se manteve nos exatos termos da ação judicial intentada, tendo a ré exercido seu mister de informar ao público sobre acontecimentos de interesse geral, inclusive quanto ao não deferimento da liminar pretendida pelo Ministério Público. Se houve excesso, este partiu dos acusadores e não da empresa jornalística”, diz Passos, que fez questão de observar que o litígio entre o denunciante e uma das empresas constava, sim, na reportagem.

O desembargador Álvaro Passos afirmou que as pessoas que optam por mandato político, conferido pela vontade popular, tem o dever de prestar contas de seus atos antes, durante ou depois de exercer o mandato.

WEBMAIL
Login
Senha
 
ADMINISTRATIVO
Login
Senha
 
 
CopyRight © 2010 - Eduardo Granzotto - TWNet