INÍCIO QUEM SOMOS ÁREA DE ATUAÇÃO ESTRUTURA NOTÍCIAS ARTIGOS CONTATO
 
 
Senadores querem novas explicações de governador em CPI
16.07.2012

Os senadores Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) e Pedro Taques (PDT-MT) dizem que apresentarão hoje um pedido à CPI que investiga as relações de Carlinhos Cachoeira solicitando a reconvocação do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB).

Segundo reportagem da revista "Época", um relatório da Polícia Federal, baseado em gravações telefônicas, diz que Perillo e a construtora Delta firmaram um "compromisso": a empresa teria que pagar ao governador para receber valores do Estado.

O "compromisso", que teria sido intermediado por Cachoeira, incluiu as negociações para a venda da casa onde o governador morava, em Goiânia. Pelo imóvel, Perillo recebeu R$ 500 mil provenientes da Delta.

Quando esteve na CPI, Perillo negou ter negociado a casa com Cachoeira. Também negou qualquer favorecimento à Delta.

Em nota, a assessoria do governador informou que "tirar de 30 mil horas de gravações fragmentos de conversas, mantidas por terceiros, com o propósito de estabelecer relações que não condizem com a realidade é mais uma atitude de grupos políticos que tentam denegrir a imagem do governador".

Os senadores querem pedir que o presidente da CPI, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), marque uma sessão para analisar o pedido. Caso seja aprovada, a reconvocação aconteceria após o recesso parlamentar, em agosto.

Para o relator, deputado Odair Cunha (PT-MG), Perillo só deve ser reconvocado após a CPI analisar a documentação. Segundo ele, há vínculos contundentes entre Cachoeira e o governo de Goiás.

 Fonte: Portal Folha

 

WEBMAIL
Login
Senha
 
ADMINISTRATIVO
Login
Senha
 
 
CopyRight © 2010 - Eduardo Granzotto - TWNet