INÍCIO QUEM SOMOS ÁREA DE ATUAÇÃO ESTRUTURA NOTÍCIAS ARTIGOS CONTATO
 
 
Supremo começa a julgar lavagem de dinheiro no mensalão nesta segunda
10.09.2012

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve definir nesta semana que houve lavagem de dinheiro no esquema do mensalão. Na retomada do julgamento nesta segunda-feira, 10, os ministros decidirão se dirigentes e ex-dirigentes do Banco Rural envolveram-se com práticas ilícitas para tentar dissimular ou esconder a origem de recursos usados no esquema. A sessão começa às 14h.

Na semana passada, quando resolveram condenar três integrantes do Rural por gestão fraudulenta, ministros já adiantaram que havia indícios da prática de branqueamento de capitais. Com a comprovação de que houve o mensalão e com as condenações do acusado de operar o esquema, Marcos Valério, e de integrantes do núcleo financeiro, ministros do STF esperam que a partir de agora os debates na Corte ganhem uma agilidade que não existiu no primeiro mês de julgamento.

Por enquanto, o tribunal conseguiu julgar apenas dois dos sete itens da denúncia. "Os fatos estão enlaçados, imbricados e relacionados. Marcos Valério está em todas", comentou um ministro, explicando que as discussões serão mais simples a partir de agora e sinalizando que as ligações entre os núcleos estão comprovadas e que a maioria dos réus será condenada.

Outro integrante do STF observou que o tribunal absolveu por enquanto apenas dois dos 10 réus julgados até o momento. Os absolvidos foram o ex-ministro Luiz Gushiken e a ex-dirigente do Rural Ayanna Tenório.

O tribunal condenou até o momento o deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP), Marcos Valério, os publicitários Ramon Hollerbach e Cristiano Paz, o ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato, a acionista do Rural Kátia Rabelo, o ex-vice-presidente da instituição José Roberto Salgado e o ex-diretor Vinícius Samarane.

Fonte: Portal STF

WEBMAIL
Login
Senha
 
ADMINISTRATIVO
Login
Senha
 
 
CopyRight © 2010 - Eduardo Granzotto - TWNet