INÍCIO QUEM SOMOS ÁREA DE ATUAÇÃO ESTRUTURA NOTÍCIAS ARTIGOS CONTATO
 
 
Exoneração de Genoino do governo federal é publicada no Diário Oficial
11.10.2012

A exoneração do ex-presidente do PT José Genoino, do cargo de Assessor Especial do Ministro da Defesa, foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (11). Segundo a publicação, a exoneração foi feita "a pedido" e o motivo não foi detalhado.

O anúncio da saída havia sido feito pelo ex-presidente do PT nesta quarta-feira(10), após o Supremo o condenar por crime de corrupção ativa (oferecer vantagem indevida) no mensalão por 9 votos a 1. "Retiro-me do governo com a consciência dos inocentes", afirmou Genoino, que leu uma carta durante pronunciamento no diretório nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), em São Paulo.

Na carta, o ex presidente do PT afirma que o Supremo foi injusto ao condená-lo e que ele não se envergonha de nada que havia feito. “Estou indignado. Uma injustiça monumental foi cometida! A Corte errou. A Corte foi, sobretudo, injusta, condenou um inocente," disse.

A carta foi lida durante reunião de representantes do partido, que segundo a assessoria do PT, já estava marcada antes mesmo da condenação no STF. Dentre os participantes, estavam o senador Humberto Costa (PT-PE), o presidente da legenda, Rui Falcão e o ex-ministro José Dirceu, que também foi condenado por corrupção ativa. Dirceu é apontado pela Procuradoria-Geral da República como o "chefe da quadrilha" do mensalão.

Ao todo, 25 dos 37 réus do processo do mensalão já sofreram condenações na análise de cinco itens: desvio de recursos públicos, gestão fraudulenta, lavagem de dinheiro, corrupção entre partidos da base e corrupção ativa.

G1 

 

 

 

WEBMAIL
Login
Senha
 
ADMINISTRATIVO
Login
Senha
 
 
CopyRight © 2010 - Eduardo Granzotto - TWNet