INÍCIO QUEM SOMOS ÁREA DE ATUAÇÃO ESTRUTURA NOTÍCIAS ARTIGOS CONTATO
 
 
MENSALÃO: José Genoino diz não se sentir condenado em julgamento e critica Supremo
24.10.2012

O ex-presidente do PT José Genoino disse ontem que vai entrar com recursos para reverter sua condenação no STF (Supremo Tribunal Federal) e defendeu sua inocência no processo do mensalão.

A corte, anteontem, considerou Genoino culpado por formação de quadrilha e, como ele já havia sido condenado por corrupção ativa, corre o risco de enfrentar a prisão.

"Não me sinto condenado porque sou inocente. Eu quero provar, usar todos os recursos jurídicos, os embargos", disse Genoino.

Ele comparou o tribunal ao Poder Moderador, que foi usado por d. Pedro 2º no Império para arbitrar conflitos entre Executivo e Legislativo.

"O poder emana do povo, e o poder que emana do povo é o Legislativo, o Executivo. O Supremo não pode querer ser uma espécie de Poder Moderador", afirmou ele.

Na avaliação de Genoino, sua defesa vai "mostrar como o Supremo desprezou as provas e julgou com base em indícios". "É a tirania da tese preestabelecida. Enquanto tiver vida e voz, vou lutar."

Afirmou, porém, que vai seguir o que determinar o STF. "Sou obrigado a cumprir democraticamente as decisões do Supremo, mas vou discuti-las a cada hora, a cada dia, a cada momento."

Presidente do PT na época do escândalo, Genoino foi condenado por ter assinado contratos de empréstimos que alimentaram o mensalão. Ele diz que não tratava de finanças no PT e firmou os contratos por obrigação formal.

"Os empréstimos são atos jurídicos perfeitos. O PT os declarou ao Tribunal Superior Eleitoral. Os bancos cobravam, o juiz executou as dívidas, bloquearam minhas contas", argumentou.

O ex-dirigente petista também negou novamente que tenha havido compra de votos no Congresso.

Indagado sobre sua opinião a respeito de possíveis irregularidades cometidas por outros membros do partido no episódio, Genoino respondeu: "Não vou falar de companheiros, falo de mim".

Sobre a relação com a imprensa --foi um deputado fonte de informações a repórteres no Congresso-- Genoino falou que agora sabe como é ser acusado. "Conheço o lado da poesia e o do sangue. O lado do sangue também faz parte da democracia."

Fonte: Portal Folha 

 

WEBMAIL
Login
Senha
 
ADMINISTRATIVO
Login
Senha
 
 
CopyRight © 2010 - Eduardo Granzotto - TWNet