INÍCIO QUEM SOMOS ÁREA DE ATUAÇÃO ESTRUTURA NOTÍCIAS ARTIGOS CONTATO
 
 
Temos que questionar todos os homens públicos, diz Ophir sobre caso Palocci
19.05.2011

O presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcante, em sua primeira visita ao Recife, voltou ao criticar o ministro da Casa Civil, Antônio Palloci, que teve seu patrimônio aumentado em 20 vezes. "Não houve ilegalidade, mas foge da razoabilidade. Temos sempre que questionar os homens públicos sobre atuação e patrimônio acumulado", diz. Contudo, Ophir admitiu que a Ordem não vai ter condições de fazer um combate mais incisivo "A Ordem tem limitações para fazer essa cobrança", diz. A Comissão de Ética da Presidência da República já havia declarado que não há nenhuma irregularidade a investigar".

Ophir elogiou a OAB de Pernambuco pela ação contra o auxílio-paletó da Assembleia Legislativa e o portal da transparência do governo estadual. "É um portal muito bom. Mas deveria ser ampliado para os outros poderes, em todos o país", avisa. "Ao contrário do que disseram, isso não é uma intromissão no poder legislativo, que recebe proporcionalmente, em alguns casos, mais do que o Executivo e o Judiciário", completa. "Essa verba é imoral e merece todo o nosso repúdio, alfineta.

O presidente da OAB disse que a "pressão popular", muitas vezes, é fundamental para as mudanças sociais e a cobrança aos políticos. Exemplificou com o caso de uma minuta da Assembleia Legislativa do Paraná, que disciplina a contratação de funcionários temporários. A ideia da OAB nacional é distribuir a medida por todos os estados do país. O próximo deve ser o Pará, estado de Ophir.

Ophir defendeu o voto em lita fechada. "Isso vai dar mais transparência ao processo eleitoral". Ophir criticoou os partidos políticos, que segundo ele, estão cada vez mais despretigiados. "Os partidos, hoje em dia, são verdadeiros feudos. As convenções são resolvidas às escondidas, os diretórios nacionais passam por cima das decisões dos municipais e estaduais", condena.

Cavalcante será homenageado pela Confraria da Educação, Caxangá Ágape e Clube dos Advogados de Pernambuco durante almoço no restaurante Boi Preto. E faz visita protocolar ao presidente do TJPE, José Fernandes Lemos. Em seguida, vai para o Palácio do Campo das Princesas, onde visita o governador Eduardo Campos.

Segue para a formatura dos cursos de Pós-Graduação em Direito Civil, Direito Penal e Direito do Trabalho da Escola Superior de Advocacia (ESA), que acontece no Business School Maurício de Nassau. (Por Ana Laura Farias, do Blog de Jamildo)

Fonte: OAB

WEBMAIL
Login
Senha
 
ADMINISTRATIVO
Login
Senha
 
 
CopyRight © 2010 - Eduardo Granzotto - TWNet